Vida após a morte é impossível segundo as leis da física, afirma físico

Curiosidades
Vida após a morte é impossível segundo as leis da física, afirma físico


vida após a morte parece ser uma daquelas ideias universais tão antigas quanto a humanidade, recorrente em diversas culturas e religiões de todo o globo.

Mas o que aconteceria se alguém conseguisse provar que a vida após a morte simplesmente não existe?

Bem, segundo alguns jornais internacionais, um cientista e professor de Física e Cosmologia do Instituto de Tecnologia da Califórnia, nos EUA, fez praticamente isso: Sean Carroll afirma que conseguiu provar cientificamente que a vida após a morte é uma impossibilidade científica.

Segundo o professor Carroll as Leis da Física já são completamente compreendidas pela Ciência e dessa forma para existir um “pós-morte”, a consciência humana “teria que ser algo completamente separado do corpo físico, mas não é”.

Sean Carroll baseou seus estudos na Teoria Quântica de Campos, um ramo da física que basicamente estuda o comportamento das partículas que compõem a matéria, unindo Mecânica Quântica e a Relatividade.

Atividade cerebral pós morte

Os detalhes científicos podem ser bem complicados, mas basicamente o professor alega que a consciência humana é apenas uma série de átomos e elétrons agrupados e portanto, segundo as Leis da Física, é impossível manter qualquer memória ou consciência quando a matéria morre e se decompõe.

Segundo Carroll, se a vida continuasse de alguma forma após a morte, testes em nível quântico já teriam revelado algum tipo de força ou partícula “espiritual”.

Ou seja, pode até ser que exista algo que não conhecemos, mas até por esse motivo, devemos basear nossas teorias pelas leis da física que conhecemos e que já foram cientificamente comprovadas.

E você o que acha? Será que o professor Sean Carroll está certo? Bem, a única garantia nesse caso é a polêmica que esse assunto ainda vai gerar por muito tempo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *